001 20110831170204
010   ^a978-972-564-945-9
021   ^aPT^b325561/11
100   ^a20110926d2011    km y0pory0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aAlçapão^fJoão Leal
210   ^aLisboa^cQuetzal^d2011
215   ^a297 p. ;^d24 cm
330   ^aQuando Rodrigo chega a S. João, percebe que vai ter de crescer depressa se quiser sobreviver ao violento código que rege a vida dos órfãos. A aparição de um novo e pouco ortodoxo padre traz-lhe uma visão de esperança que promete mudar tudo. Mas uma maldição familiar emerge do passado. Uma série de assassínios brutais vai arrastá-lo, a ele e a Jorge, o seu único amigo, para um lugar sobrenatural escondido atrás de um misterioso alçapão. Há séculos à deriva, os habitantes de Lothar, a ilha flutuante, pensam que são os únicos sobreviventes do Grande Dilúvio. No centro da ilha, numa árvore gigantesca, vive um anjo caído que é o seu deus. Um acontecimento, contudo, vai agitar o quotidiano e levar a que dois deles decidam partir. Fonte: Wook
606   ^aLiteratura portuguesa^xRomance
675   ^a821.134.3-31
700  1^aLeal,^bJoão,^f1954-^3AU01803
859   ^uhttp://www.bibliotecasobral.com.pt/BiblioNET/Upload/images/imagem83428.jpg
920 n
921 a
922 m
923  
924  
925  
931 20110926
932 d
933 2011
935 km 
936 y
937 0
938 ba
966   ^lSMA^a20110678^s82/P-LEA/ALC^c1^90^60^p19.11