003 http://catalogolx.cm-lisboa.pt/ipac20/ipac.jsp?&profile=rbml&uri=full=3100024<U+007E>!421022<U+007E>!0
010   ^a978-972-21-2878-0
021   ^aPT^b430777/17
100   ^a20190531d2017    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor 
102   ^aPT 
200 1 ^aQuando as girafas baixam o pescoço^eromance^fSandro William Junqueira
210   ^aAlfragide^cCaminho^d2017
215   ^a190 p. ;^d21 cm
330   ^aA mulher gorda gosta de comprar jacintos, o desempregado sonha com um prato de goulash e há duas irmãs que andam a costurar linhas complicadas entre elas. De vez em quando, nos intervalos dos barulhos da cidade, ouve-se pelas paredes uma música de Brel, rosas a crescer ou um programa sobre a vida animal - como é que a cabeça das girafas não rebenta se está tão longe do coração? Em comum, entre os pés que fazem barulho em cima da cabeça e os pés que incomodam quem está em baixo, só a gaiola de cimento onde se tentam arrumar as vidinhas e, ainda assim, aquela vontade de ser pássaro. Fonte: Wook
606   ^aLiteratura portuguesa^xRomance
675   ^a821.134.3-31
700  1^aJunqueira,^bSandro William,^f1974-^3AU10343
856   ^uhttp://www.bibliotecasobral.com.pt/BiblioNET/Upload/images/indices/indice88107.pdf^zClique para ver índice
859   ^uhttp://www.bibliotecasobral.com.pt/BiblioNET/Upload/images/imagem88107.jpg
920 n
921 a
922 m
923  
924  
925  
931 20190531
932 d
933 2017
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba