010   ^a978-989-722-631-1
021   ^aPT^b459 645/19
035   ^a(bn)69505
095   ^aPTBN00071921
100   ^a20191111d2019    km a0pora0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^a<Uma> beleza que nos pertence^fJosé Tolentino Mendonça
205   ^a1ª ed
210   ^aLisboa^cQuetzal^d2019
215   ^a213, [8] p. ;^d22 cm
321   ^aContém: Índice onomástico de personagens bíblicas
330   ^aAo longo de uma obra já volumosa e densa, reunindo ensaio, crónica e poesia, José Tolentino Mendonça escreveu fragmentos notáveis e memoráveis - acerca da presença de Deus, do amor, da solidão e da sua necessidade, dos cinco sentidos, da travessia do deserto, do tempo e da lentidão, mas também sobre a beleza que dá sentido às coisas, e que é nosso dever procurar todos os dias. Este livro transcreve alguns desses fragmentos, transformados em aforismos, ensinamentos para o dia a dia, perguntas que nos devem inquietar ou levar a escolher um caminho, bem como exemplos dessa procura permanente da beleza e da felicidade. Uma escrita que oscila entre o poético e o confessional, dirigindo-se diretamente a cada leitor, a cada um de nós, e que busca um caminho ou a luz perdida da comunhão com o infinito. Fonte: Wook
675   ^a272
700  1^aMendonça,^bJosé Tolentino,^f1963-^3AU03111
856   ^uhttp://bibliotecasobral.com.pt/BiblioNET/Upload/images/indices/indice88353.pdf^zClique para ver índice
859   ^uhttp://bibliotecasobral.com.pt/BiblioNET/Upload/images/imagem88353.jpg
920 n
921 a
922 m
923  
924  
925  
931 20191111
932 d
933 2019
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba
997   ^aBIBEOD
998   ^aFSE92 - 00001