010   ^a978-972-0-04632-1
021   ^aPT^b373149/14
100   ^a20191120d2014    m  y0pory0103    ba
101 1 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aHistória de um caracol que descobriu a importância da lentidão^fLuís Sepúlveda^gilustrações de Paulo Galindro^gtradução de Helena Pitta
205   ^a1ª ed
210   ^aPorto^cPorto Editora^d2014
215   ^a99, [11] p.^cil. ;^d20 cm
330   ^aOs caracóis que vivem no prado chamado País do Dente-de-Leão, sob a frondosa planta do calicanto, estão habituados a um estilo de vida pachorrento e silencioso, escondidos do olhar ávido dos outros animais, e a chamar uns aos outros simplesmente «caracol». Um deles, no entanto, acha injusto não ter um nome e fica especialmente interessado em conhecer os motivos da lentidão. Por isso, e apesar da reprovação dos outros caracóis, embarca numa viagem que o vai levar ao encontro de uma coruja melancólica e de uma tartaruga sábia, que o guiam na compreensão do valor da memória e da verdadeira natureza da coragem, e o ajudam a orientar os seus companheiros numa aventura ousada rumo à liberdade. Fonte: Wook
606   ^aLiteratura chilena
606   ^aConto
610   ^aLiteratura juvenil
675   ^a821.134.2(83)-93
700  1^aSepúlveda,^bLuís,^f1949-^3AU04295
702  1^aGalindro,^bPaulo^f1970-^3AU04519^4440
702  1^aPitta,^bHelena^4730
859   ^uhttp://www.bibliotecasobral.com.pt/BiblioNET/Upload/images/imagem88402.jpg
920 n
921 a
922 m
923  
924  
925  
931 20191120
932 d
933 2014
935 m  
936 y
937 0
938 ba