003 http://catalogolx.cm-lisboa.pt/ipac20/ipac.jsp?&profile=rbml&uri=full=3100024<U+007E>!445230<U+007E>!0
010   ^a978-989-8213-97-6
021   ^aPT^b400358/15
100   ^a20200214d2015    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor 
102   ^aPT 
200 1 ^a<O >morcego bibliotecário^fCarmen Zita Ferreira^gilustrações de Paulo Galindro
205   ^a2ª ed
210   ^aVila Nova de Gaia^cTrinta Por Uma Linha^d2017
215   ^a[34] p.^cil. ;^d23 cm
330   ^aO Morcego Bibliotecário» tem como pano de fundo um facto verídico reportado, de quando em vez, pela comunicação social: os morcegos, pela sua habilidade em capturar insetos, asseguram a preservação dos livros de algumas das mais antigas e relevantes bibliotecas portuguesas, como a biblioteca joanina da Universidade de Coimbra e a biblioteca do Palácio de Mafra. Além de informações sobre as diversas espécies de morcegos e do seu habitat, esta história com asas enfatiza sobretudo o amor aos livros e à leitura. É esta razão que leva Franjinhas, o protagonista da narrativa, a deixar a sua família e a sua comunidade para suceder ao velho Ferradura como bibliotecário no palácio distante e assim dar continuidade a uma ilustre linhagem de morcegos bibliotecários. Fonte: Wook
606   ^aLiteratura portuguesa
606   ^aLiteratura infantil
675   ^a821.134.3-93
700  1^aVoilier,^bCarmen Zita,^f1974-^3AU13599
702  1^aGalindro,^bPaulo,^f1970-^3AU06321^4440
859   ^uhttp://bibliotecasobral.com.pt/BiblioNET/Upload/images/imagem88565.jpg
920 n
921 a
922 m
923  
924  
925  
931 20200214
932 d
933 2015
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba
998 1 ^aB27PNL743000
998 1 ^aB27PNL004000