010   ^a972-41-1174-1
021   ^aPT^b55977/92
100   ^a20010523d1993    m  y0pory0103    ba
101 1 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^a<O >juiz e o seu carrasco^fFriedrich Dürrenmatt^gtradução de Fátima Freire de Andrade
205   ^a1ª ed
210   ^aPorto^cAsa^d1993
215   ^a121, [3] p. ;^d21 cm
225 2 ^aLetras do Mundo
304   ^aTítulo original: Der richter und sein henker
330   ^aPaladino contemporâneo de antigos valores, que não hesita em empregar meios ilícitos para que triunfe aquilo que considera o Bem, o comissário Bärlach, de início, não sabe exactamente o que se passa, e a sua apatia é tão inexplicável como a sua obstinação. Não obstante, sabe o que quer, tem uma ideia própria sobre a Justiça e sobre a sua aplicação. Aos poucos, os factos ajustar-se-ão à sua concepção da Verdade e conduzirão a um desenlace inesperado, ao mesmo tempo trágico e cruel. Fonte:  Edições Asa
606   ^aLiteratura suiça em língua alemã
606   ^aRomances policiais
675   ^a821.112.2(494)-312.4
700  1^aDürrenmatt,^bFriedrich,^f1921-1990^3AU01036
702  1^aAndrade,^bFátima Freire de^4730
859   ^uhttp://www.bibliotecasobral.com.pt/BiblioNET/Upload/images/imagem2763.jpg
920 n
921 a
922 m
923  
924  
925  
931 20010523
932 d
933 1993
934     
935 m  
936 y
937 0
938 ba
966   ^lSMA^a20010480^s82-DUR/JUI^c1^90^60^p1.512$00