Banner
Base conjunta - Biblioteca Municipal
Registos: 1 - 6 de um total de 6
O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Não chames à noite noite
Autor(es): Amos Oz ; traduzido do hebraico por Francisco Assis Basto da Costa Reis
Publicação: Porto : Asa, 1997
Descrição física: 286 p. ; 21 cm
Colecção: (Letras do Mundo)
ISBN/ISSN: ISBN 972-41-1812-6
Assuntos: Literatura hebraica | Romance
CDU: 821.411.16-31
Veja também: Oz, Amos, pseud. | Reis, Francisco de Assis Basto da Costa
Localização: 82-OZ/NAO (DEP) (SMA) - 5763

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: A terceira condição
Autor(es): Amos Oz ; traduzido do hebraico por Francisco de Assis Basto da Costa Reis
Publicação: Porto : Asa, 1995
Descrição física: 411 p. ; 21 cm
Colecção: (Letras do Mundo)
ISBN/ISSN: ISBN 972-41-1545-3
Assuntos: Literatura hebraica | Romance
CDU: 821.411.16-31
Veja também: Oz, Amos, pseud. | Reis, Francisco de Assis Basto da Costa
Localização: 82-OZ/TER (DEP) (SMA) - 5770

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Uma pantera na cave
Autor(es): Amos Oz ; tradução de Francisco de Assis Basto da Costa Reis
Edição: 1ª ed
Publicação: Porto : Asa, 1998
Descrição física: 186, [1] p. ; 20 cm
Colecção: (Pequenos Prazeres)
Notas: Título original: Panter bamartef
Resumo: Jerusalém 1947, último ano do mandato Britânico na Palestina. Profi, o narrador, tem 12 anos e está obcecado pela expulsão dos Ingleses e pela independência do seu povo. Com dois amigos cria mesmo uma célula clandestina de resistência, imaginando-se "uma pantera na cave", que aguarda silenciosamente a oportunidade de saltar sobre o inimigo. Até ao dia em que Profi se torna amigo do sargento Dunlop, um desajeitado polícia Inglês que ama a Bíblia, admira o povo Judeu e partilha com o adolescente a paixão pelas línguas… Colaboração? Traição? Redenção? Este pequeno romance iniciático é simultaneamente um relato autobiográfico e uma alegoria contra a doutrinação nacionalista. Fonte: Edições Asa
ISBN/ISSN: ISBN 972-41-1983-1
Assuntos: Literatura hebraica | Romance
CDU: 821.411.16-31
Veja também: Oz, Amos, pseud. | Reis, Francisco de Assis Basto da Costa
Localização: 82-OZ/PAN (SMA) - 20010821

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Contra o fanatismo
Autor(es): Amos Oz ; tradução de Henrique Tavares e Castro
Edição: 1ª ed
Publicação: Porto : Asa, 2007
Descrição física: 95 p. ; 15 cm
Notas: Título original : How to cure a fanatic. - Co-edição com o Público
Resumo: O livro de Amos Oz Contra o Fanatismo é um relâmpago no meio da noite, com a diferença de ficar a brilhar durante muito tempo." - Francisco José Viegas Fonte: Edições Asa
ISBN/ISSN: ISBN 978-972-41-5175-5
CDU: 821.411.16-4
Veja também: Oz, Amos, pseud. | Castro, Henrique Tavares e
Localização: 82-OZ/CON (SMA) - 20070459
82-OZ/CON (DEP) (SMA) - 20070459-A
82-OZ/CON (PSAP) (SMA) - 20070459-B

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Uma história de amor e trevas
Autor(es): Amos Oz ; tradução de Lúcia Liba Mucznik
Edição: 1ª ed
Publicação: Alfragide : D. Quixote, 2016
Descrição física: 647 p. ; 24 cm
Notas: Título original : Sipour al ahava vehoshekh
Resumo: Amor e trevas são duas poderosas forças que se cruzam e acompanham a vida de Amoz Oz, que nos guia numa fascinante viagem ao longo dos 120 anos de história da sua família e dos seus paradoxos. Em busca das raízes remotas da sua tragédia família, o autor desvenda segredos e «esqueletos» de quatro gerações de sonhadores, intelectuais, homens de negócios fracassados, reformistas, sedutores antiquados e rebeldes ovelhas negras. Uma ampla galeria de grotescos, patéticos, ingénuos, trágicos e extravagantes personagens, homens e mulheres, todos eles participantes do cocktail genético e das circunstâncias quase surreais do nascimento do homem que um inevitável momento de revelação transforma em escritor. Um relato impregnado de ruído e fúria, nostalgia, perda e solidão, escrito na primeira pessoa por quem testemunhou o nascimento do seu país e viveu na íntegra a sua turbulenta história. Celebridades históricas materializam-se em personagens autênticos, de David Bem-Gurion, um dos fundadores do Estado de Israel, ao lendário líder das organizações clandestinas e primeiro-ministro Menahem Begin, passando pelo gigante da poesia hebraica moderna, Saul Tchernikhovsky, ou o laureado com o Nobel de Literatura, S. Y. Agnon. Fonte: Livro
ISBN/ISSN: ISBN 978-972-20-5965-7
CDU: 821.411.16-31
Veja também: Oz, Amos, pseud. | Mucznik, Lúcia Liba
Localização: 82-OZ/HIS (SMA) - 20160133

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Não chames noite à noite : romance
Autor(es): Amos Oz ; tradução de Francisco de Assis Basto da Costa Reis
Edição: 1ª ed
Publicação: Alfragide : D. Quixote, 2019
Descrição física: 270 p. ; 24 cm
Notas: Título original: Al taguídi laila
Resumo: «Afinal, ninguém sabe nada sobre ninguém. E ainda por cima, do que menos se sabe é do amor.» Em Tel Keidar, uma pequena cidade situada junto ao deserto do Neguev, a morte brutal de um jovem adolescente, possivelmente por overdose, vai interferir no equilíbrio íntimo do casal Theo e Noa, fragilizado pela diferença de idades, pela ausência de filhos, pelo tédio e pela incomunicabilidade. Com um virtuosismo inexcedível, Amos Oz faz alternar essas duas vozes narrativas, a de Theo e a de Noa, juntando-lhes ainda a do narrador, cronista anónimo que por vezes cede a palavra ao «coro» dos habitantes da cidade. Assim, como que reunindo progressivamente todas as peças de um puzzle, o autor revela-nos a intimidade mais profunda de dois seres, ao mesmo tempo que retrata as tensões de uma pequena comunidade, recheada de personagens excessivos e pitorescos. Fonte: Wook
ISBN/ISSN: ISBN 978-972-20-6910-6
CDU: 821.411.16-31
Veja também: Oz, Amos, pseud. | Reis, Francisco de Assis Basto da Costa
Localização: 82-OZ/NAO (SMA) - 20190189