Banner
Base conjunta - Biblioteca Municipal
Registos: 1 - 5 de um total de 5
O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: O livro dos homens sem luz
Autor(es): João Tordo
Edição: 1ª ed
Publicação: Lisboa : Temas & Debates, 2004
Descrição física: 201 p. ; 24 cm
Colecção: (Lusografias ; 16)
Notas: Ao perder tudo, um homem isola-se no silêncio de um apartamento londrino, e a sua vida começa a ser comandada pela voz de um desconhecido ao telefone; um casal fica, de um momento para o outro, soterrado nos escombros de uma casa destruída pela guerra durante o blitz alemão sobre Londres; um estudante vítima de insónia mergulha num mundo de irrealidade permanente, temendo o ameaçador vizinho do quarto contíguo; um médico mórbido constrói uma máquina de tortura num hospital isolado da costa de Brighton. Os segredos por revelar de todas estas personagens perpassam num romance cheio de enigmas e vozes e criam uma atmosfera de suspense e claustrofobia. Fonte: Editora Temas & Debates
ISBN/ISSN: ISBN 972-759-740-8
Assuntos: Literatura portuguesa | Romances policiais
CDU: 821.134.3-312.4
Veja também: Tordo, João, 1975-
Localização: 82/P-TOR/LIV (SMA) - 20050119. - O documento pertence à Comunidade de Leitores 2018/2019

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: O bom Inverno : romance
Autor(es): João Tordo
Edição: 2ª ed
Publicação: Alfragide : D. Quixote, 2010
Descrição física: 289 p. ; 24 cm
Resumo: Quando o narrador, um escritor prematuramente frustrado e hipocondríaco, viaja até Budapeste para um encontro literário, está longe de imaginar até onde a literatura o pode levar. Coxo, portador de uma bengala, e planeando uma viagem rápida e sem contratempos, acaba por conhecer Vincenzo Gentile, um escritor italiano mais jovem, mais enérgico, e muito pouco sensato, que o convence a ir da Hungria até Itália, onde um famoso produtor de cinema tem uma casa de província no meio de um bosque, escondida de olhares curiosos, e onde passa a temporada de Verão à qual chama, enigmaticamente, de O Bom Inverno. O produtor, Don Metzger, tem duas obsessões: cinema e balões de ar quente. Entre personagens inusitadas, estranhos acontecimentos, e um corpo que o atraiçoa constantemente, o narrador apercebe-se que em casa de Metzger as coisas não são bem o que parecem. Depois de uma noite agitada, aquilo que podia parecer uma comédia transforma-se em tragédia: Metzger é encontrado morto no seu próprio lago. Porém, cada um dos doze presentes tem uma versão diferente dos acontecimentos. Andrés Bosco, um catalão enorme e ameaçador, que constrói os balões de ar quente de Metzger, toma nas suas mãos a tarefa de descobrir o culpado e isola os presentes na casa do bosque. Assustadas, frágeis, e egoístas, as personagens começam a desabar, atraiçoando-se e acusando-se mutuamente, sob a influência do carismático e perigoso Bosco, que desaparece para o interior do bosque, dando início a um cerco. E, um a um, os protagonistas vão ser confrontados com os seus piores medos, num pesadelo assassino que parece só poder terminar quando não sobrar ninguém para contar a história. Fonte: Wook
ISBN/ISSN: ISBN 978-972-20-4137-9
Assuntos: Literatura portuguesa | Romance
CDU: 821.134.3-31
Veja também: Tordo, João, 1975-
Localização: 82/P-TOR/BOM (PSAP) (SMA) - 20100845-A
82/P-TOR/BOM (SMA) - 20100845. - O documento pertence à Comunidade de Leitores 2018/2019

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: O ano sabático
Autor(es): João Tordo
Edição: 2ª ed
Publicação: Alfragide : D. Quixote, 2013
Descrição física: 205 p. ; 24 cm
Resumo: Depois de treza anos de vida desregrada no Québec, Hugo, um contrabaxista de jazz, decide tirar um «ano sabático» e regressar a Lisboa, onde espera reencontrar o equilíbrio junto da família. Porém, logo numa das primeiras noites, assiste ao concerto de Luís Stockman - um pianista que se tornou recentemente famoso -, e a almejada paz tranforma-se no pior dos pesadelos: Stockman toca um tema inédito que Hugo conhece bem demais, pois é o mesmo que vem escrevendo há anos na sua cabeça... Quando o começam a confundir na rua com o pianista - e a própria mãe lança a dúvida sobre a sua identidade -, Hugo encetará uma busca obsessiva da verdade e do seu duplo, entrando num labirinto de memórias e contradições que o conduzirá a uma destino muito mais funesto do que imaginara ao deixar Montreal. É nessa mesma cidade que Stockman desaparecerá, curiosamente, mais tarde, segundo nos conta o seu melhor amitgo - o narrador deste romance - a quem cabe agoa desmontar os acontecimentos, destrinçar fantasia e realidade e enfrentar as assustadoras e macabras coincidências que unem, como num espelho, a vida dos dois músicos. Fonte: Livro
ISBN/ISSN: ISBN 978-972-20-5149-1
Assuntos: Literatura portuguesa--Romance
CDU: 821.134.3-31
Veja também: Tordo, João, 1975-
Localização: 82/P-TOR/ANO (SMA) - 20130089. - O documento pertence à comunidade de leitores 2018/2019

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Ensina-me a voar sobre os telhados
Autor(es): João Tordo
Edição: 1ª ed
Publicação: Lisboa : Companhia das Letras, 2018
Descrição física: 487 p. ; 23 cm
Resumo: 1917. Por desonrar o nome da família, o jovem Katsuro é exilado pelo seu próprio pai, um poderoso governador, num ilhéu inóspito. Abandonado, o rapaz irá deparar-se, pela primeira vez, com o terrível segredo da família Tsukuda, enquanto luta para sobreviver à fome, à sede e à culpa. Lisboa, cem anos depois. No Liceu Camões, um dos mais antigos da cidade, um professor de Geografia suicida-se numa sala de aula. O nosso narrador, funcionário do liceu e alcoólico em recuperação, decide inaugurar uma reunião semanal para ajudar os colegas a superar o choque. Numa noite de Inverno, um misterioso desconhecido aparece no encontro. É japonês e chama-se Tsukuda. O seu estranho comportamento desperta no narrador um fascínio doentio. Ambos são perseguidos pelo passado, ambos desejam o impossível. Algures entre o sonho e a mais pura realidade, Ensina-me a voar sobre os telhados é um lugar onde um pai e um filho aprendem a amar-se,é um espaço onde se procura aceitar dores antigas e abraçar a fragilidade humana. Um romance que é uma elegia à beleza imperfeita da vida. Fonte: Wook
ISBN/ISSN: ISBN 978-989-665-529-7
Assuntos: Literatura portuguesa--Romance
CDU: 821.134.3-31
Veja também: Tordo, João, 1975-
Localização: 82/P-TOR/ENS (SMA) - 20180332. - O documento pertence à Comunidade de Leitores 2018/2019

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: A mulher que correu atrás do vento
Autor(es): João Tordo
Edição: 1ª ed
Publicação: Lisboa : Companhia das Letras, 2019
Descrição física: 456 p. ; 23 cm
Resumo: 1892, Baviera. Lisbeth Lorentz, uma professora de piano, apaixona-se por um aluno de 13 anos que sofre de autismo. Ao descobrir que ele é um prodígio, instiga-o a compor um concerto durante as aulas e, um dia, sem explicação, fá-lo desaparecer. 1991, Lisboa. Beatriz, uma estudante universitária —que sonha com o toque das mãos da mãe falecida —envolve-se com o autor d’A História do Silêncio, um romance sobre Lisbeth Lorentz. Ao mesmo tempo, enquanto voluntária num abrigo para mendigos, Beatriz conhece Lia, uma jovem adolescente com um passado incógnito e um presente destruído. 1973, Londres. Graça Boyard, portuguesa, dá à luz a primeira e única filha. Fugida de Lisboa durante as cheias de 1967, para escapar à tirania do pai e à mordaça da ditadura, regressa à capital após a Revolução, tornando-se uma actriz de renome —e abandonando a filha ainda criança. 2015, Lisboa. No consultório de uma terapeuta, Lia Boyard desfia a sua história, dos anos de mendicidade ao momento em que decide procurar a mãe. É aqui que começam a unir-se as pontas de um romance a várias vozes: a história de quatro mulheres - Lisbeth, Graça, Beatriz e Lia - que atravessam um século de História e diferentes geografias, unidas por uma força que transcende a própria vida. Um livro sobre o poder do amor e o vazio da perda, sobre a amizade que nasce das circunstâncias mais improváveis e o terrível poder da confissão. E, quase no final, uma revelação chocante, a reviravolta que faz deste romance de João Tordo uma narrativa magnética. Fonte: Wook
ISBN/ISSN: ISBN 978-989-665-760-4
Assuntos: Literatura portuguesa--Romance
CDU: 821.134.3-31
Veja também: Tordo, João, 1975-
Localização: 82/P-TOR/MUL (SMA) - 20190325