Banner
Base conjunta - Biblioteca Municipal
Registos: 1 - 3 de um total de 3
O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: 25 Abril 30 anos [Registo sonoro]
Publicação: [Lisboa] : Público, p. 2004
Descrição física: 2 CD's Audio (54 min., 28 seg. + 49 min., 15 seg.) : stereo + 2 folhetos : 12 cm
Contém: 1º Cda:. - 1ª : Despertar (verdes anos) / Carlos Paredes (3:50). - 2ª : Canção tão simples / Adriano Correia de Oliveira (3:47). - 3ª : Já o tempo se habitua / José Afonso (3:30). - 4ª : Fala do Homem nascido / Samuel (3:38). - 5ª : Eles / Manuel Freire (2:13). - 6ª : Paris não rima com meu país / Mário Viegas (6:51). - 7ª : Por terras de França / José Mário Branco (4:47). - 8ª : Emigração / Adriano Correia de Oliveira (2:28). - 9ª : Pedro soldado / Manuel Freire (2:47). - 10ª : Nambuangongo, meu amor / Paulo de Carvalho (3:55). - 11ª : Canção com lágrimas / Adriano Correia de Oliveira (3:12). - 12ª : Segunda canção com lágrimas / Carlos Mendes (3:25). - 13ª : A morte saiu à rua / José Afonso (3:07). - 14ª : Cantilena / Francisco Fanhais (2:33). - 15ª : O cavaleiro e o anjo / José Afonso (2:57). - 16ª : Coro da Primavera / José Afonso (4:48). - 2º Cda:. - 1ª : O charlatão / José Mário Branco (4:08). - 2ª : O senhor morgado / Adriano Correia de Oliveira (3:10). - 3ª : O avô cavernoso / José Afonso (2:48). - 4ª : Tourada / Fernando Tordo (3:20). - 5ª : Port-wine / Mário Viegas (1:21). - 6ª : As mãos / Adriano Correia de Oliveira (2:16). - 7ª : Engrenagem / José Mário Branco (3:12). - 8ª : Que força é essa / Sérgio Godinho (3:46). - 9ª : Mulher da erva / José Afonso (2:45). - 10ª : Calçada de Carriche / Carlos Mendes (3:51). - 11ª : Poema X / Mário Viegas (1:16). - 12ª : Cantar alentejano / José Afonso (5:29). - 13ª : Trova do vento que passa / Adriano Correia de Oliveira (3:17). - 14ª : Venham mais cinco / José Afonso (4:33). - 15ª : E depois do adeus / Paulo de Carvalho (3:17). - 16ª : Grândola vila morena / José Afonso (3:26)
Assuntos: Música Tradicional--Portugal--Cd Audio | Fado (música)
Títulos relacionados: Despertar (verdes anos) | Canção tão simples | Já o tempo se habitua | Fala do Homem nascido | Eles | Paris não rima com meu país | Por terras de França | Emigração | Pedro Soldado | Nambuangongo, meu amor | Canção com lágrimas | Segunda canção com lágrimas | A morte saiu à rua | Cantilena | O cavaleiro e o anjo | Coro da Primavera | O charlatão | O senhor morgado | O avô cavernoso | Tourada | Port-wine | As mãos | Engrenagem | Que força é essa | Mulher da erva | Calçada de Carriche | Poema X | Cantar alentejano | Trova do vento que passa | Venham mais cinco | E depois do adeus | Grândola vila morena | Vinte cinco abril trinta anos | Vinte cinco de Abril trinta anos
Veja também: Paredes, Carlos, 1925-2004 | Oliveira, Adriano Correia de, 1942-1982 | Afonso, José, 1929-1987 | Samuel | Viegas, Mário, 1948-1996 | Freire, Manuel, 1942- | Carvalho, Paulo de, 1947- | Fanhais, Francisco, 1941- | Tordo, Fernando, 1948- | Godinho, Sérgio, 1945- | Branco, José Mário, 1942-
Localização: CDA0.1/P-VIN I (SMA) - 20040625-1-CDA
CDA0.1/P-VIN II (SMA) - 20040625-2-CDA
CDA0.1/P-VIN I (PSAP) (SMA) - 20051797-1-CDA
CDA0.1/P-VIN II (PSAP) (SMA) - 20051797-2-CDA

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Adriano [Registo sonoro] : aqui e agora - o tributo
Publicação: Lisboa : Som Livre, p. 2007
Descrição física: 1 CD Audio (ca 60 min.) : stereo + 1 folheto : 12 cm
Notas: SL 1177 2
Contém: 1ª : Tejo que levas as águas / Tim. - 2ª : Trova do vento que passa / Ana Deus & Dead Combo. - 3ª : Cantar para um pastor / Raquel Tavares. - 4ª : E alegre se fez triste / Cindy Kat. - 5ª : Tu e eu meu amor / Celina da Piedade. - 6ª : O sol préguntou à lua / Micro Audio Waves. - 7ª : Balada da esperança / Shahryar Mazgani. - 8ª : Para Rosalía / Vicente Palma. - 9ª : Sou barco / Miguel Guedes. - 10ª : Charamba / Margarida Pinto. - 11ª : Fala do homem nascido / Nuno Prata. - 12ª : Canção do linho / Sebastião Antunes. - 13ª : Menina dos olhos tristes / Valete. - 14ª : Rosa de sangue / Pedro Laginha
Resumo: Movido pela vontade de acabar com um esquecimento que priva actualmente a música portuguesa da herança de um dos seus mais fundamentais actores, João Serafim lançou o desafio a Henrique Amaro: escolher e espicaçar 14 vozes que, na melhor das hipóteses, recordavam estas canções por via de um irmão mais velho ou de um rádio a pilhas deixado ao abandono no sótão da casa dos pais. A voz de Adriano estava, até agora, abafada. As canções de Adriano voltam finalmente a viver. Cantadas por outras vozes. De aqui e de agora. Fonte: Fnac
Assuntos: Música Tradicional--Portugal--Cd Audio
Títulos relacionados: Tejo que levas as águas | Trova do vento que passa | Cantar para um pastor | E alegre se fez triste | Tu e eu meu amor | O sol préguntou à lua | Balada da esperança | Para Rosalía | Sou barco | Charamba | Fala do homem nascido | Canção do linho | Menina dos olhos tristes | Rosa de sangue
Veja também: Tim, pseud. | Deus, Ana | Tavares, Raquel, 1985- | Piedade, Celina da | Palma, Vicente | Guedes, Miguel, 1972- | Pinto, Margarida | Prata, Nuno, 1975- | Antunes, Sebastião | Valete, pseud. | Laginha, Pedro, 1971- | Shahryar, Mazgani, 1975- | Dead Combo | Cindy Kat | Micro Audio Waves
Localização: CDA0.1/P-ADR (GAV) (SMA) - 20080743-CDA

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Poemas para um dia feliz
Autor(es): breve antologia organizada, seleccionada e declamada por José Fanha ; ilustrações de Pedro Pires
Publicação: Canelas : Gailivro, 2007
Descrição física: 64, [5] p. : il. ; 25 cm
Notas: Este livro contém um CD Audio : registo nº 20090536-CDA
Contém: O sol fechou o dia. - Da Terra. - Fruta de Verão. - A pedra é bela, opaca. - Utopia. - Faz o favor encanta-me. - E tudo era possível. - Surdina de Natal para os meus netos. - Meninas. - Pedra Filosofal. - Amigo. - O que eu prometi à minha escola. - Cavaleiro do cavalo de pau. - Árvore. - Ah! Grande sol!. - Com a tua letra. - Poeta-l. - Num álbum. - Afirmam que a vida é breve. - Convocamos a poesia para ouvir o futuro. - as meninas, 2. - Ser poeta. - Todos os dias. - Descalça vai para a fonte. - Fim de tarde. - Fala do homem nascido. - Sofia inaugurando a primavera na fonte do sol. - Sou um guardador de rebanhos. - Primeiro poema para a Matilde. - De tarde. - Azul. - Roteiro. - Esta casa nova. - Uma bicicleta desenhada na cela. - O menino poeta. - Sétimo poema do pescador. - Depois vieste tu. - Eu encontrei um ninho de águas. - O primeiro astronauta. - (Lembrança de um desenho do Júlio). - Arma secreta
Resumo: Muita poesia e, sobretudo, muita da melhor poesia portuguesa é melancólica, reflexiva ou triste e veste-se frequentemente com a roupagem dos cânticos de ausências, de saudade ou de despedida. Pouco frequente será a poesia que celebra momentos de júbilo, de alegria e de felicidade. Haverá quem diga que quando se está feliz não se escreve, não se tem tempo para o desenho oficinal das palavras .Quando a felicidade nos ocupa por inteiro não precisaremos de palavras para viver em estado de pura poesia. Nesta antologia podemos encontrar casos extraordinários de poesia feliz. Ou melhor, de poesia escrita em estado de felicidade. A acompanhar o livro vai um CD áudio com a declamação dos pemas. Porque é certo que muita poesia se apreende melhor pela musicalidade da língua e foi encostados a uma voz que muitos de nós descobrimos a festa da poesia.
ISBN/ISSN: ISBN 978-989-557-345-5
Assuntos: Animais--Tema | --Poesia | Literatura infantil
CDU: 821.134.3-1
Títulos relacionados: O sol fechou o dia | Da terra | Fruta de Verão | A pedra é bela, opaca | Utopia | Faz o favor encanta-me | E tudo era possível | Surdina de Natal para os meus netos | Meninas | Pedra Filosofal | Amigo | O que eu prometi à minha escola | Cavaleiro do cavalo de pau | Árvore | Ah! Grande sol! | Com a tua letra | Poeta-l | Num álbum | Afirmam que a vida é breve | Convocamos a poesia para ouvir o futuro | as meninas, 2 | Ser poeta | Todos os dias | Descalça vai para a fonte | Fim de tarde | Fala do homem nascido | Sofia inaugurando a primavera na fonte do sol | Sou um guardador de rebanhos | Primeiro poema para a Matilde | De tarde | Azul | Roteiro | Esta casa nova | A uma bicicleta desenhada na cela | O menino poeta | Sétimo poema do pescador | Depois vieste tu | Eu encontrei um ninho de águas | O primeiro astronauta | (Lembrança de um desenho do Júlio) | Arma secreta | Poeta l | as meninas, dois | Lembrança de um desenho do Júlio
Veja também: Fanha, José, 1951- | Pires, Pedro, 1971-
Outros recursos:
Localização: I82-1/P-POE (SMA) - 20090537